150 artistas participam desta construção coletiva que chamaremos de a grande obra “LÁ VAI A NOIVA ou A NOIVA DESPIDA...” – uma referência a obra de Marcel Duchamp.

 

É o artista que mais radicalmente redefiniu o fazer artístico desde Leonardo da Vinci. Sua poética singular leva adiante a definição de que a arte é coisa mental. Iniciado em 1915 e definitivamente inacabado em 1925, quando, por acidente, um pedaço do vidro fica rachado. A fragilidade e transparência do suporte, o aspecto mecânico das imagens, o tema erótico-delirante, e a incorporação do acaso na (ir)realização do trabalho, dão-lhe uma importância ímpar. Como observou Octavio Paz, no seu livro sobre o artista intitulado "Marcel Duchamp ou o Castelo da Pureza", o Grande Vidro "é um enigma e, como todos os enigmas, não é algo que se contempla mas sim que se decifra".

 

A exposição foi itinerante acontecendo em quatro cidades do Estado do Rio de Janeiro.

70 artistas participam desta exposição. A proposta é um convite aos artistas darem um mergulho na obra de Joseph Beuys, considerado o artista plástico alemão mais importante depois da Segunda Guerra Mundial. Um dos artistas mais controvertidos nos anos 70 e início de 80, conhecido como performático, místico, guia e xamã, criou uma obra semeada de obstáculos, realizada sob vaias e assobios do público.

 

PARA ELE A ARTE É MEIO DE FORMAÇÃO E EDUCAÇÃO DO SER HUMANO, UMA POSSIBILIDADE DE RECONCILIAÇÃO DO HOMEM COM O MUNDO. "LIBERTAR AS PESSOAS É O OBJETIVO DA ARTE, PORTANTO A ARTE PARA MIM É A CIÊNCIA DA LIBERDADE." SOMOS TODOS ARTISTAS.

 

2012

LÁ VAI A NOIVA ou A NOIVA DESPIDA...

D’aprés Marcel Duchamp

2013

BEUYS, PARA ONDE NOS LEVA?

a obra de Joseph Beuys em foco

 

DE 07 ABR A 05 MAI 2013

SESC - Nova Iguaçu - RJ

2014

MERGULHO NO BAILADO DE FLÁVIO DE CARVALHO

 

DE 11 MAI A 08 JUN 2014

SESC - Nova Iguaçu - RJ

60 artistas a convite das curadoras Lucia Avancini e Marilou Winograd, participam desta exposição. 

 

Para 2014, propõem um mergulho na importante obra do artista brasileiro Flavio de Carvalho cujo bailado perpassa todas as linguagens das artes.

 

Flávio de Carvalho explorou muitas linguagens. Foi autor de retratos e nus femininos, projetos de arquitetura a ensaios sobre moda, cenários para teatro, pinturas, criações de design e performances. Mergulhar em seu universo, mesmo hoje, quando as fronteiras entre as diversas manifestações culturais encontram-se diluídas, exige que se abandone preconceitos.

 
 
 

EXPOSIÇÕES ANTERIORES

DE 11 MAR A 01 ABR 2012 SESC - Nova Iguaçu - RJ

DE 07 MAI A 10 MAI 2012 CEDIM - Rio de Janeiro - RJ

DE 21 JUL A 18 AGO 2012 ESPAÇO CULTURAL - São Pedro da Serra - RJ

DE 08 SET A 27 SET 2012 TEATRO MUNICIPAL - Nova Friburgo - RJ